Sejam bem vindos!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Reflexões sobre um Deus Trino


   É presumível que a criatura não possa compreender de modo completo o seu criador, o que a nossa limitação nos permite “entender” é que o Pai é um, o Filho é outro e o Espírito é um terceiro, sendo cada um dotado de características “pessoais”. O fato de serem três “pessoas” distintas não quer dizer necessariamente que há três Deuses, tendo vista que a Bíblia apresente um único Deus, porém em três “pessoas” distintas.

   Considerando que os Três são Um em “natureza” não existe a possibilidade de um está “abaixo” ou subordinado ao outro ou aos outro, as nomenclaturas Pai, Filho e Espírito Santo não quer dizer que o pai gerou o filho e soprou de si o Espírito. John Locker argumentando sobre a existência de Deus diz que:

“A demonstração da existência de Deus apóia-se na evidência intuitiva da nossa própria existência. Se eu existo, deve haver algo que existe desde sempre, isto é, eterno, sem começo, pois antes do começo só pode haver o nada; e o puro nada jamais poderia criar um ser existente. E se esse algo é criador, ele deve ser a fonte das potências da criatura e, portanto, deve ser mais poderoso. Por fim, se o homem se distingue por sua inteligência, com maior razão o seu criador deve ser inteligente: seu nome é Deus.”

   Se Jesus foi criado ou gerado por Deus nos tenpos eternos ele não poderia ser Deus e sim criatura, uma vez que Deus e aquEle que cria todas as coisas e por nada foi criado.


De acordo com o escritor Raimundo de Oliveira:
"Cada Pessoa da Trindade é descrita na Bíblia, como:


• Onipresente
• Onipotente
• Onisciente
• Criador
• Eterno
• Santo
• Santificador
• Fonte da vida eterna
• Mestre
• Capacitado a ressuscitar mortos
• Inspirador
• Dos profetas
• Salvador
• Supridor de ministros à Igreja"







Imagem extraída de:http://prvitorhugo.wordpress.com/2010/03/03/uma-vida-nas-maos-de-deus/
Fonte: Seitas e Heresias. Raimundo Oliveira. CPAD- Casa Publicadora das Assembleia de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário